Festival Community
This website is using cookies to. By clicking 'OK', you agree with our cookie policy. More about this.
OK

inesnin

RESEARCHER   +   ARTIST   +   OUTSIDE_OF_CLASIFICATIONS

Brazil and its political prisoners, contemporary dictatorship and military police
3

RIO DE JANEIRO – On Tuesday, 15 October, 2013, more than 200 protestors were arrested by the Rio de Janeiro state Military Police, as part of the continuing criminalization of social movements in the city. Those arrested were sent in small groups to over 10 different police stations, with the clear objective of impeding their access to legal assistance.

On Monday, 21 October, the Brazilian Judiciary denied a motion for the release of activists Victor Ribeiro and Daniela Soledad. The defense’s arguments were not heard; instead, judges relied on the presumed veracity of the testimony of the arresting officers of the Rio de Janeiro state Military Police. The officers’ testimony simply holds that Ribeiro and Soledad were in close proximity to a group that allegedly set fire to a personnel cabin near a bus stop. Neither Ribeiro nor Soledad has been identified as an arsonist, and when arrested, police did not find any incriminating objects (such as fuel or matches) on either of their persons.

The motion for the activists’ release includes complete documentation of their places of residence and work, as well as proof of that each lacks a criminal record. Under Brazilian law, this should be sufficient for their temporary release. Yet the judge responsible for their case ordered the activists held in preventive imprisonment, “so as to guarantee the preservation of public order.”

It is important to emphasize that preventive imprisonment is used in cases where there is clear evidence that the defendants prevent a flight risk or threaten to somehow impede the judicial process. For example, preventive imprisonment was declared recently for the Military Police officers under investigation for the torture, disappearance, and presumed murder of favela resident Amarildo de Souza, as these officers were accused of coercing witnesses. In the cases of Victor Ribeiro and Daniela Soledad, however, nothing other than an abstract concept of “public order” suggests that either would attempt to interfere with the judicial process.

Lawyers with the Institute of Human Rights Defenders (DDH) presented a Habeas Corpus brief on Tuesday, 22 October.

Victor Ribeiro is a documentary filmmaker whose most recent production, “Distopia 021,” denounces government abuses in the revitalization of Rio de Janeiro’s port district in anticipation of international mega-events. The film (in Portuguese) can be seen here:
http://www.youtube.com/watch?v=87VXFGWGv0w

[obs. i did not write this, am just spreading what i believe to be important to be known worldwide. it's getting tough here with the world cup coming..]

DEMOCRACIA DOS ALIMENTOS
0

Este é um chamado, uma oportunidade e um convite a todos aqueles que queiram contribuir e se envolver em uma intervenção no espetáculo corporativo global dos meios de comunicação que nos circundam.

Em cada ano, o Memefest escolhe um texto e/ou um imagem que serve como referência para uma reflexão crítica sobre o contexto atual de mídia e comunicação. Para permitir interpretações criativas basaeadas em diversas perspectivas interdisciplinares, práticas e teóricas, convidamos vocês à participação em diferentes categorias.

A competição participativa conta com três divisões principais: Comunicação Visual, Produção Crítica e Beyond... É aberta a qualquer pessoa que queria participar. Artistas, ativistas, educadores, comunicólogos e pessoas que lidam com mídia são muito bem-vindos. Não há restrição de idade. Os únicos limites são a sua criatividade e imaginação.

DEMOCRACIA DOS ALIMENTOS ou FOOD DEMOCRACY é o tema do Memefest 2013. As submissões de trabalhos devem ser feitas em INGLÊS.

Mais informações sobre o assunto podem ser encontradas em

http://www.memefest.org/en/competition/intro/ e http://www.memefest.org/en/memeblog/

>> O prazo para envio de trabalhos é até 20 de maio de 2013 <<

MEMEFEST 2012: DIVULGADOS RESULTADOS DA COMPETIÇÃO PARTICIPATIVA
0

A primeira investigação séria sobre o tema da dívida no campo da comunicação! Respostas críticas e criativas, de vários modos possíveis. Todos importantes como pontos de vista, análises, interpretações.

Os trabalhos selecionados e comentados estão aqui: http://www.memefest.org/pt/gallery/works2012/

E o time de curadores, muitos deles colaboradores do Memefest há vários anos, http://www.memefest.org/pt/competition/curators/

Agradecemos muito pelo empenho e participação de todos!

DÉBITO: PRAZO ENCERRADO / Recebidos trabalhos de 35 países
0

Notavelmente, o tema DÍVIDA movimentou muita energia e gerou muitos trabalhos, que foram recebidos com carinho pelo festival.

Agora é o momento de conferir todas as inscrições e seguir nos trabalhos de seleção, curadoria e feedback aos participantes.

Ficamos muito felizes com o retorno sobre o tema, e agradecemos a todos que participaram e que nos acompanham. É fundamental encontrar pessoas pelo mundo que valorizem formas de comunicação, artes e pensamento crítico que funcionem fora da lógica do mercado.

Adiante!

Daremos notícias.

Artistas, escritores e comunicadores subversivos - faltam 2 dias!
0

Este é um lembrete: participe da chamada de trabalhos do Memefest 2012! (:

O prazo foi prorrogado para o dia 31 de maio.



Saiba mais sobre os prêmios aqui >> http://www.memefest.org/pt/competition/awards_2012/

Competição Participativa 2012, como se inscrever, categorias etc. >> http://www.memefest.org/pt/competition/intro/

Envio de trabalhos aqui [o formulário de inscrição deve ser preenchido em inglês!*] http://www.memefest.org/pt/competition/application_form/

Prêmios do Memefest?
0

Sim, temos quatro prêmios para vocês. E que prêmios!

Serão contemplados desde o ativista/artista/comunicador - e o artista de rua - até o aqueles que desejam reconhecimento acadêmico. Há desde feedback vindo dos incríveis editores e curadores a um convite para participar de um workshop interdisciplinar que irá resultar em uma intervenção pública em Brisbane, na Austrália! Quer mais?

Isso sem falar na própria vontade de mudança do contexto à nossa volta, que motiva criações e intervenções nesse diálogo entre arte e política com o qual aqui propomos dialogar. Artivista, artista, designer, comunicólogo, intervencionista, escritor... é agora!

Lembramos que as inscrições do Memefest 2012 estão abertas e foram prorrogadas até o dia 31 de maio!


Saiba mais sobre os prêmios aqui >> http://www.memefest.org/pt/competition/awards_2012/

E sobre a Competição Participativa 2012, como se inscrever, categorias etc. >> http://www.memefest.org/pt/competition/intro/

Envio de trabalhos aqui [o formulário de inscrição deve ser preenchido em inglês!*] http://www.memefest.org/pt/competition/application_form/


*Sim, sim, nós sabemos... Mas pense: é uma competição internacional, com curadores e editores do mundo todo. Essa é a forma que encontramos, até o momento, de viabilizar essas trocas. A ideia é mostrar e discutir as suas ideias com pessoas interessadas nas mesmas coisas - e que estão pelo mundo!

Memefest 2012: o tema é DÍVIDA
1

Eis aqui. Depois de uma longa espera, assistindo a movimentos de ocupações críticas e criativas pela cidade e pelo mundo, experimentos diversos em meio a dificuldades, denúncias e entusiasmos... Enfim, chega com as águas de março a notícia de que foram divulgadas as diretrizes para a Competição Participativa do Memefest 2012.

Para quem acompanha também as publicações do blog em inglês, os ventos já sopravam nessa direção: movimento 'Occupy', regimes de crédito, crise do capitalismo global. Aos poucos, o cenário se delineia. E há aqui um espaço para discutir ideias, conectar com mundos e pessoas a um só tempo distantes e tão próximas.

Em breve serão também traduzidas as diretrizes detalhadas de cada categoria desta edição. Por ora, segue abaixo uma versão em português do texto publicado pelo Oliver Vodeb, apresentando o tema:

**


Não se pode evitar uma ideia quando chega sua hora!

Essas palavras expressam a natureza do atual movimento global contra o domínio do dinheiro sobre a vida. Elas pertencem às pessoas, aos 99% que estão trazendo essas questões urgentes e fundamentais para as ruas, a mídia, as consciências coletivas e para os debates em praça pública (literalmente); para as escolas, universidades, empresas, lares, discussões privadas e até mesmo relacionamentos.

Essas palavras também expressam algo mais. Falam sobre um estado de espírito, um foco e uma articulação concisa do problema. A ideia de que a hora chegou se refere a três coisas. Primeira: intervenções que criam uma ruptura na ordem das coisas com o objetivo de redefinir nossos campos de experiência, e a relação que estabelecemos entre ser, fazer e dizer. Segunda: diálogo. Terceira: a criação de novas instituições sociais emancipatórias.

Se a comunicação e a arte irão desempenhar um papel relevante na formação de um futuro digno de ser vivido, precisamos então redirecionar, reinventar e imaginar a nossa própria compreensão e o modo como pensamos, teorizamos e praticamos ambos. O tema “dívida”, escolhido para essa edição do Memefest, não representa somente uma oportunidade de fazê-lo, mas também uma responsabilidade urgente.

Milhões de pessoas têm suas vidas vinculadas e restritas por dívidas, ficando efetivamente escravizados por elas no seu cotidiano. No entanto, viver endividado se tornou algo naturalizado e corriqueiro. A dívida se tornou o mecanismo primordial de transferência de poder das pessoas para os 1% (a parcela mais rica da população que controla todo o fluxo de capital no mundo). Mesmo assim, esse mecanismo raramente é questionado. Pelo contrário, foi convertido em uma obrigação moral amparada culturalmente. É motivo de embaraço e, portanto, não se fala no assunto. O seu poder reside na sua normalidade violenta.

Recuando um passo e observando ao movimento global 'Occupy' à distância, fica claro que precisamos aprofundar mais. Precisamos criar estratégias de compreensão e modos de conhecer que vão além dos limites institucionais, culturais e pragmáticos dos campos profissionais do saber. Esses processos já vêm ocorrendo com grande intensidade ao redor do mundo, e, com o Memefest e atividades relacionadas, temos procurado contribuir com ele ao longo do tempo. Desta vez, colocando o foco sobre a questão do endividamento das pessoas e das populações, e unindo-se ao debate global que vem ocorrendo em muitos campos e esferas, a intenção é que possamos fortalecer essa participação.

Responda à nossa chamada na Competição Participativa do Memefest 2012. O tema desse ano é DÍVIDA (Debt). Os detalhes estão disponíveis no link a seguir (por enquanto, em inglês): www.memefest.org/en/competition/intro/

O prazo para o envio de trabalhos é 20 de maio. Publicaremos mais em breve. Agora, é a sua vez.

Com Amor, Conflito e Imaginação,

Oliver-Memefest Kolektiv

inesnin
ABOUT ME

Username

inesnin


Name

i n


Country

Brazil


Website

http://azuis.net/


COMRADES